segunda-feira, 23 de julho de 2012

"You've turned your heart into a hero."

Cinco da tarde é o melhor horário do mundo, perfeito em todos os sentidos. Quando é verão, por exemplo, e você está rodeado de árvores: porque tudo fica lindo e, além de lindo, é pura filosofia! A luz começa a oscilar no céu, e as sombrar todas vão tombando uma sobre a outra em tons de laranja. O sol te observa rubro em uma diagonal quase horizontal, e te enche com o último sopro de calor do dia, cheio de harmonia e boas energias. Você já sabe como o seu dia vai terminar, já sabe o que fez e o que deixou de fazer, e, se quiser mudar alguma coisa, ainda tem a noite toda pela frente, e ter a noite toda pela frente é outra coisinha completamente linda sobre as cinco da tarde. Aprendi esses elogios às cinco da tarde já há um tempo, e quem ensinou, ensinou entre suspiros, cabeça no meu colo, olhos doados pro céu dourado, falando bem baixinho como que para não interferir na magia que ela possui. 

Não são cinco da tarde, esse horário quente e cheio de boas lembranças já passou, hoje. É verdade que essas novas já não são mais tão quentes. Quando penso em como elas costumavam ser, aí é que gelam mesmo. E quando decido não mais pensar e dar uma chance pras novas tardes que estão por vir, ameaçando esquentar outra vez, o ocaso rompe mais cedo pra me lembrar que o amor é uma flor de inverno extremamente complicada e não deve simplesmente "dar certo", assim, tão poucas estações depois... pelo menos não dá forma (unica) que eu conheço e insisto em acreditar. 

Mas se eu aprendi alguma coisa daquela vez, é que o lance do céu dourado, do dia em out e a noite em in, das árvores de sombra longa e dos pássaros correndo pra casa dormir, dificilmente tem haver com as tardes que já foram... embora nesse caso, de um jeitão bem íntimo e agora dolorido, tenham praticamente só haver com elas. No plano maior, segundo a filosofia que os olhos claros e os cabelos temporariamente alaranjados tentaram transmitir, é sobre as novas cinco da tarde, precisa ser! É sobre esperar um pouquinho e acreditar que no final de uma noite longa, ou de um pesadelo que pareça durar meses e meses, vai chegar um novo verão, um novo pôr-do-sol. Sabe aquele ditado todo místico e infantil que diz que é sempre mais escuro antes da aurora? Pois é, também é sempre mais claro antes do ocaso, e não tem nada de errado com o ocaso. Você só precisa continuar sendo... forte. And "you don't need strength to be strong".


Nenhum comentário:

Postar um comentário